O Amor de Clotilde Por Um Certo Leandro Dantas #Teatro Santa Isabel #Recife

Teatro Arraial em Recife

Com classificação etária de 12 anos, a peça é inspirada no folhetim de Carneiro Vilela, “A emparedada da Rua Nova”, que narra história de uma moça que teria sido, segundo diz a lenda, emparedada viva pelo próprio pai depois que este descobrira sua gravidez escondida, na Recife do final do século XIX.

Curta Temporada no Teatro Arraial em Recife

Na versão teatral da Trupe Ensaia Aqui e Acolá os elementos que renderiam um melodrama de circo ganham contorno paródico, através do contraste entre um gênero sério e seu tratamento em chave cômica. Referências à cultura pop dão o sabor desta comédia que resgata o conto do imaginário popular para fazê-lo reviver de maneira crítica e bem humorada. A peça tem a duração de 90 minutos.

Veja Dica de Agenda Cultural em Recife

“O Amor de Clotilde por um certo Leandro Dantas” recebeu o Prêmio Myriam Muniz (2008), os prêmios de Melhor Espetáculo pela crítica e pelo público, concedidos pelo 17º Janeiro de Grandes Espetáculos (2011). Integrou ainda a programação de importantes festivais de teatro do país – Festival Recife do Teatro Nacional, Cena Contemporânea de Brasília, Porto Alegre em Cena, Festival Internacional de Artes Cênicas, em Caxias do Sul, dentre outros.

Teatro Arraial

A Trupe Ensaia Aqui e Acolá é formada por oito arte-educadores (formados pelo curso de Licenciatura em Educação Artística/Habilitação em Artes Cênicas da Universidade Federal de Pernambuco – UFPE) e artistas profissionais que possuem em comum a necessidade de experimentar processos colaborativos de criação cênica.

Teatro Arraial

Foto Priscilla Buhr

Sobre a Trupe Ensaia Aqui e Acolá

Curta Temporada em Recife

Foto: Priscilla Buhr

Clique e leia um post que mostra como a trupe comemorou 1 ano de aniversário

Teatro Arraial em Recife

Foto: Priscilla Buhr

O grupo iniciou os seus trabalhos em 2006, comprometido com a investigação teórico-prática sobre arte/educação e sobre as formas marginalizadas de teatro — teatro da infância e juventude, circo-teatro e o teatro folclórico — preconizadas pelo estudioso pernambucano e Doutor em Teatro Marco Camarotti. Alguns dos livros publicados por esse autor serviram de base para as duas encenações realizadas pela Trupe.

Curta Temporada em Recife

A primeira delas, Rififi no Picadeiro (2007), adaptada de um dos textos dramáticos escritos pelo próprio Camarotti, foi resultado dos estudos sobre o livro A Linguagem no Teatro Infantil (2001), no qual o autor propõe uma nova estética para o teatro da infância e juventude; e a segunda, O amor de Clotilde por um certo Leandro Dantas (2010) colocou em prática a metodologia da encenação dos dramas circenses registrada no livro O Palco no Picadeiro: na trilha do circo teatro (2004).

Teatro Arraial em Recife

Foto Franciele Soares

Serviço
Teatro Santa Isabel
Sábado dia 30 e Domingo dia 31 às 20h
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (estudante).
Informações: (81) 9771-7627.
*Ingressos vendidos apenas na bilheteria do Teatro Santa Isabel

Agenda Cultural do Recife e Região

Após essas apresentações o espetáculo segue para a Europa

Ficha Técnica
Encenação: Jorge de Paula
Direção de atores: Ceronha Pontes
Figurinos: Marcondes Lima
Cenografia: Jorge de Paula
Maquiagem: Trupe Ensaia Aqui e Acolá, assessoria de Ana Medeiros
Iluminação: Sávio Uchoa
Operação de luz: Luciana Raposo
Operação de som: Juliana Montenegro
Identidade visual: Daniela Borel
Elenco: Andrea Rosa, Andréa Veruska, Iara Campos, Jorge de Paula, Marcelo Oliveira e Tatto Medinni
Direção de produção: Karla Martins
Dramaturgia, trilha sonora e produção executiva: Trupe Ensaia Aqui e Acolá

Créditos[bb]
SESC AM
Foto Franciele Soares e Priscilla Buhr
XII Festival Recife do Teatro Nacional

Espetáculo “Arte” com Vladimir Brichta no #Teatro Santa Isabel #Recife

Sucesso de público e crítica no Rio de Janeiro e em São Paulo, o espetáculo “Arte” chega ao Recife.

O texto é da premiada autora francesa Yasmina Reza, considerado um dos maiores nomes da dramaturgia contemporânea mundial e com dezenas de montagens em mais de 30 países. Nesta montagem brasileira, considerada pelo jornal carioca O Globo um dos 10 melhores espetáculos de 2012, sob a direção de Emílio de Mello, que também assina tradução do texto, os atores Vladimir Brichta, Marcelo Flores e Claudio Gabriel – os dois primeiros, respectivamente, produtor e idealizador do projeto em parceria com o diretor – apresentam uma análise inteligente e muito divertida da amizade, através da ótica masculina.

Teatro Santa Isabel Recife

Com Vladimir Brichta, Marcelo Flores e Claudio Gabriel.

A comédia traz um jogo cênico envolvente e bem humorado, com diálogos afiados que se desenrolam, vertiginosamente, em torno da amizade de três amigos e seus conflitantes pontos de vista sobre a arte, comportamento, trabalho, relacionamento e os mais diversos assuntos. Um turbilhão emocional que ataca, inclusive, o valor dessa amizade.

www.vejadica.com

O texto é da premiada autora francesa Yasmina Reza, considerado um dos maiores nomes da dramaturgia contemporânea mundial.

Sérgio (Claudio Gabriel), Marcos (Marcelo Flores) e Ivan (Vladimir Brichta) têm uma relação de grande amizade que vai sendo revelada e questionada à medida que se desenvolve uma mera discussão sobre um quadro aparentemente branco comprado na véspera por Sérgio. Um simples quadro monocromático acaba por colorir de sentimentos, emoções e pensamentos a divertida e contundente relação desses três caras.

Teatro Santa Isabel Recife

Foto: André Wanderley

Eles são levados à reflexão de suas vidas e expõem o avesso de suas relações, numa devoração crítica crescente que chega ao extremo. Com estilo simples e bastante original, a autora Yasmina Reza revela-se uma grande artesã do não dito, do subentendido e do silêncio musical entre as palavras, buscando exprimir o todo através do nada, o trágico através do cômico, o grave através da suavidade.

Teatro Santa Isabel Apresenta Vladimir Brichta

A comédia traz um jogo cênico envolvente e bem humorado.

Vladimir Brichta, que pela primeira vez produz um espetáculo, assistiu a montagem argentina, com o ator Ricardo Darin, em cartaz há mais de 10 anos em Bueno Aires, e se encantou com o texto. “Quando o Marcelo (Flores) me chamou para montar este projeto, não tive dúvida e vi que era o momento de realizar também a minha primeira produção”, afirma. “Para mim, que venho exercitando a comédia na TV e no cinema com frequência, só justificaria voltar a ela no teatro se o riso fosse o meio e não o fim. E é isso que Yasmina faz com maestria, o uso do humor de forma corrosiva, que destrói o verniz social e nos expõe a todos de forma demasiadamente humana”, conclui Brichta.

www.vejadica.com

O Teatro Santa Isabel fica no coração do Recife!

Montada em diversos países, como França, Inglaterra, EUA, Alemanha e Argentina, a peça, de 1994, foi encenada pela primeira vez no Brasil em 1998, com direção de Mauro Rasi e com Pedro Paulo Rangel, Paulo Goulart e Paulo Gorgulho no elenco. Mais recentemente, teve duas montagens no país, na Bahia, em 2004, com direção de Ewald Hackler, e em São Paulo, em 2006, com direção de Alexandre Heinecke. Agora, ganhou uma nova montagem, com direção de Emílio de Mello, um dos nomes mais respeitados da cena teatral contemporânea, como ator e diretor.

www.vejadica.com

Sucesso de público e crítica no Rio de Janeiro e em São Paulo, o espetáculo “Arte” chega ao Recife.

Serviço
Teatro Santa Isabel
Sexta, dia 15 e Sábado dia 16 às 21h
Ingressos: R$ 50,00 (Inteira) e R$ 25,00 (Meia Entrada)
*As vendas na bilheteria do Teatro de Santa Isabel serão feitas apenas nos dias das apresentações

                                                                                                 Clique aqui e compre seu ingresso sem sair de casa!

Ficha Técnica
Texto: Yasmina Reza
Tradução e direção: Emilio de Mello
Elenco: Vladimir Brichta, Marcelo Flores e Claudio Gabriel
Cenário: Aurora Campos
Figurinos: Marcelo Olinto
Iluminação: Tomás Ribas
Trilha Musical: Marcelo Alonso Neves
Fotos: André Wanderley
Direção de Produção: Dadá Maia e José Luiz Coutinho
Realização: Mbrichta Produções

Créditos[bb]
Campinas.com.br

Espetáculo “Aquarelas” Com Carlinhos de Jesus (RJ) #MBDança

De 28 de julho a 10 de agosto de 2014, o Recife não vai parar, literalmente, afinal, o corre-corre de bailarinos, coreógrafos, diretores, produtores, técnicos e público nos espaços culturais da capital será constante pela realização da 11ª Mostra Brasileira de Dança (MBD), promovida pela dupla Iris Macedo e Paulo de Castro. Com patrocínio dos Correios, Governo Federal, Funcultura/Governo do Estado de Pernambuco, programa O Boticário na Dança e Prefeitura do Recife, o evento, mais uma vez, vem celebrar a dança em suas mais distintas vertentes, abrindo espaço para espetáculos completos e coreografias isoladas, além de um olhar especial para a formação com oficinas de iniciação e reciclagem, seminários, exposições e exibição de vídeos sobre a arte do dançar.

Com atenção especial à arte popular praticada no Rio de Janeiro e suas variações coreográficas do samba, eis um verdadeiro painel das danças do Brasil que é pura festa. No palco, Carlinhos de Jesus e mais doze bailarinos apresentam o chorinho, o samba percussivo, o samba de roda, o samba no pé, o samba na Comissão de Frente da Mangueira, os sambas de gafieira, e tantas outras manifestações populares do dançar no Brasil, como a lambada, o forró e o frevo. Além de contar com inserções de vídeo e um número especial de plateia, uma coreografia vibrante encerra tanta declaração de amor ao nosso país: Aquarela do Brasil, com presença de mestre sala, porta bandeira e passistas, numa referência ao mais do que festivo carnaval carioca e ao país do samba.

Serviço
Teatro Santa Isabel
Sexta, dia 1 às 20h e Sábado, dia 2 às 20h30m
Ingresso: R$ 20,00 e R$ 10,00

Clique e compre seu ingresso sem sair de casa

Ficha Técnica
Concepção, roteiro e direção geral: Carlinhos de Jesus.
Coreografias: Carlinhos de Jesus, Marcello Moragas, Rodrigo Marques e Ana Paula Diniz.
Direção de ensaios: Rodrigo Marques.
Técnico de som e iluminação: Wellington Costa.
Camareira: Andréia Rodrigues.
Elenco: Carlinhos de Jesus, Caroline Nascimento, Hugo Roberto, Josy Gomes, Larissa Oliveira, Lucas Caderusso, Michelle Barreto, Paloma Loretto, Rachel Rosemberg, Rodrigo Marques, Rodrigo Melo, Ronald Passos e Vanessa Nascimento.

Créditos[bb]
Mostra Brasileira de Dança

Clique e conheça a página da casa de Dança Carlinhos de Jesus